fbpx

QUEM SOMOS

OI MEDITAÇÃO CRIATIVA!

Era uma vez um arquiteto com projetos para entregar, contas a vencer, filhos para cuidar, eventos para comparecer. Um dia ele respirou, parou e percebeu que não estava presente em nada. Foi deste insight que nasceu a Meditação Criativa. Renato Kublikowski refez a própria história. O primeiro capítulo foi descobrimento da importância da presença. Ele entendeu que estar presente, mesmo que por alguns segundos, faz toda a diferença.

Em resumo: como estar no aqui e agora e perceber a nós mesmos dentro dessa bagunça que é a vida em que vivemos? Como entrar em contato com a nossa real essência e sentir o nosso corpo e coração?

A Meditação Criativa é baseada cientificamente em três esferas: o MINDFULNESS, o HEARTFULNESS e o PLAYFULNESS que, combinados, ampliam o horizonte de técnicas e também turbina o cultivo da espontaneidade, da criatividade e ainda dá espaço para maneiras inovadoras de auto regulação.

Além disso, o Ummm tem como característica a possibilidade de exploração dos benefícios da meditação para aflorar a espontaneidade, o foco e a criatividade, em todos os aspectos da vida cotidiana.

Ao experimentar a meditação criativa, é possível criar sua própria rotina de meditação, colocando os diversos exercícios de presença aprendidos em uma sequência própria, prazerosa e passível de prática diária para encontrar muitas maneiras de entender a presença, conectar com seu observador e escolher o que funciona melhor para deixar a meditação fluir.

meditando (1)

a meditação criativa na

PRÁTICA

Mindfulness é o estado mental que traz a intenção de prestar atenção à vida, momento a momento, sem julgamento, de maneira gentil, curiosa e aberta.

Essa é a base de toda meditação: estar atento ao momento presente e desfrutar da experiência do jeito que ela acontece, da maneira que ela é.

A Meditação Criativa traz práticas consolidadas cientificamente pelas pesquisas com mindfulness para ajudar a consolidar novas vias neurais para que o praticante tenha possibilidade de não só estar presente na pratica meditativa, mas também no decorrer de seu cotidiano.

Porém o mindfulness precisa de mais suporte para não se tornar árido. É necessário incluir compaixão e gentileza na pratica. E essa junção abre caminho para o Heartfulness, que é uma disciplina ativa que permite a tomada de consciência das emoções e sentimentos, e também cria caminhos para o treino de compaixão.

O Heartfulness traz três diferentes disciplinas: a Analise Bioenergética, criada e desenvolvida a partir de 1953 por Alexander Lowen e tem suas raízes nos fundamentos teóricos de Wilhelm Reich, discípulo de Freud, que se destacou por sua obra psicanalítica e suas pesquisas pioneiras nas áreas da biologia, física, política e antropologia. De acordo com Reich e Lowen, a história de cada indivíduo está armazenada na estrutura no corpo. Todas as experiências vividas, o impacto das relações da primeira infância e os traumas físicos e emocionais são armazenados e contidos no corpo na forma de padrões de tensão muscular crônica. Lowen, ao aprofundar-se nos estudos reichianos, produziu novos conceitos, como a análise de caráter, permitindo a leitura e o uso do corpo para a liberação das tensões emocionais.

Também na esfera do hearfulness, inclui-se ainda as práticas e terapias baseadas em compaixão. Usando a meditação metta (bondade amorosa) do budismo tibetano, uma pratica milenar de cultivo amoroso, ajuda os seres a colocarem realmente em prática a ação compassiva, trazendo o sistema de auto regulação do modelo neuro cognitivo de mindfulness da Dra. Tamara Russel baseada na CFT compassion focused Therapy do DR. Paul Guilbert),  um treino consciente de localização dentro do espectro emocional e com exercícios precisos de cultivo compassivo.

Juntando movimento e interação às práticas de Heartfulness, incluímos as meditações ativas e as terapias meditativas do Osho, que são técnicas revolucionarias e baseiam-se em uma prática para o homem moderno. O conceito parte do princípio de que o homem moderno mudou o corpo nesses últimos 2.500 anos. E o ambiente também mudou. Hoje respiramos um ar artificial, comemos comidas artificiais, e toda a energia é localizada na cabeça, uma sociedade mental, neurótica e sempre em movimento.

A ideia da meditação ativa é de movimentar o corpo tão intensamente que a mente o sistema não tem escolha a não ser sair com a energia da cabeça e cair para o corpo. Antes é necessário colocar a sensação do corpo de volta, e depois cultivar um estado consciente que possibilita observar as sensações, os pensamentos, as emoções e os sentimentos.

E esse movimento gera prazer, espontaneidade e vida no corpo, e isso traz a possibilidade do encaixe do Playfulness na Meditação Criativa.

Playfulness é o cultivo da curiosidade, do olhar de principiante, a permissão de sempre ver o momento presente de maneira fresca, nova. Playfulness traz exercícios de expressão corporal do teatro e da palhaçaria, trazendo leveza a pratica sem perder a profundidade.

Além disso o Playfulness permite exercícios de criatividade como desenho, escrita criativa, trabalho com objetos e amplia muito a atuação da meditação criativa. A brincadeira permite o desenvolvimento do lado esquerdo do cérebro, responsável pela intuição e o pensamento livre. Playfulness é tornar-se proprietário da imaginação trazendo a criação para consciência e cultivando uma atitude de renovação na vida.

manifesto ummm

UM.MM está no seu coração e em todo o corpo.
UM.MM é um sentimento, é algo que reflete na alma.
UM.MM é a possibilidade infinita que cada ser individual carrega dentro de si de colaborar para a evolução como um todo.
UM.MM é ação. É levar a meditação ao maior número de pessoas, do jeito que der
A todo momento tentamos encontrar o caminho certo, o sentido das coisas.
Procuramos conhecimento, compreensão, amor…
Buscamos um mundo melhor, cheio de paz e prosperidade.
UM.MM nos ajuda a encontrar tudo isso com simples técnicas de meditação e presença.
UM.MM é para todos os dias e para qualquer momento.
UM.MM é uma forma carinhosa do nosso coração de agradecer, amar, curar e respeitar o próximo.
UM.MM não segue uma escola específica.
UM.MM é compartilhar ensinamento e aprendizado.
UM.MM concretiza os desejos e anseios dos nossos corações.
E isso só é possível se as pessoas compreenderem que a mudança começa internamente.

Ensina que não devemos desviar das pedras que surgem no nosso caminho.
Devemos usá-las como alicerce para construir uma vida melhor.
É uma oportunidade de mudar a vida.
É ter em mãos as ferramentas para termos uma vida mais plena e equilibrada.
Termos presença.
Mas, para isso, é preciso fazer as pessoas sentirem.
Terem a noção real do que é o “eu” de cada um.
Isso é o UM.MM.
É uma realidade com possibilidades infinitas.
É compreender em essência que estamos conectados por um bem maior.
UM.MM é um sonho.
E tudo que precisamos é compartilhá-lo.
Apresentá-lo ao próximo, pois só assim, é possível alcançar:
UM Milhão de Mentes;
Em UM Momento de Meditação;
Para UM Mundo Melhor.

Cópia de UMMM_por Ivan Volpe_11.07.17-4058

Renato Kublikowski

Formado em Arquitetura, com MBA em Marketing de Serviços e muitos outros cursos de extensão, fundou e trabalhou como diretor de criação na Casa Caucaia Cenografia por 20 anos, até que durante uma meditação teve um insight, se muita gente meditar, nem que seja por um minuto, o mundo fica melhor.

Parece um insight inocente né? Mas foi o suficiente para criar uma revolução na própria vida e começar um projeto inovador, a Meditação Criativa. Saiu da vida de empresário e iniciou uma jornada em direção ao autoconhecimento, a auto investigação e trouxe uma possibilidade de usar o cultivo da presença para explorar com totalidade a espontaneidade e a criatividade. Entendeu que a meditação pode ser uma maneira criativa de desaprender, transformar as crenças, as premissas, a vida como um todo.

Mas esse objetivo era bastante desafiador e para isso resolveu realmente estudar e trazer novos conhecimentos para compartilhar com o planeta. A primeira etapa dessa nova jornada foi se certificar como Líder AUM na Osho Humaniversity. A AUM é uma meditação ativa e social que explora de maneira intensa os espectros emocionais humanos e permite um manejo mais consciente e positivo das próprias emoções.

Porém era necessário que todo o projeto tivesse uma base cientifica, secular, e com isso foi se formar como instrutor de Mindfulness pelo protocolo MBHP com a turma do Mente Aberta filiada a FAPESP em 2018.

Porém o mindfulness não trouxe muitas respostas para a questão da vitalidade e do manejo emocional e com isso foi para a Análise Bioenergética, curso em andamento no IABSP, uma psicoterapia corporal que ajuda o corpo a aliviar as tensões emocionais e faz com que os traumas adquiridos na infância sejam novos alicerces para construir uma nova energia corporal.

Adicionando um pouco mais de tempero vieram as meditações ativas do Osho, e com isso as formações nas terapias meditativas NO-MIND, que se graduou em 2018 na Osheanc International e a BORN AGAIN, que  buscou sua certificação na fonte, no Osho International Resort em Puna, Índia. Aproveitando a viagem também fez um curso para facilitação em Meditações Ativas, ampliando o conhecimento desses processos revolucionários e libertadores.

Tentando misturar todo esse conhecimento veio um novo protocolo de Mindfulness, o BMT, Body and Mind Training, uma abordagem diferente baseada na neurociência e que traz movimento como uma exploração diferente do momento presente.

Atualmente o Renato usa todo esse conhecimento para ajudar pacientes como voluntário no CAPS 3 Itaim Bibi, como voluntário da clínica social do SAPS, e facilita workshops e aulas para pessoas que querem explorar de maneira inusitada a presença.

Além disso a Meditação Criativa já foi compartilhada com grandes empresas como o Facebook, o Linked In, a Heineken e até no serviço público, dando algumas dicas para o pessoal do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.